Carta aos amigos e amigas


Caros amigos e amigas

Você está recebendo minha carta, comunicando-lhe que sou candidata a vereadora nas eleições de 2012 em Belém. Você me conhece, pois só enviei esta carta para meus companheiros (as) de trabalho e ex-alunos.
Caso não saiba, sou professora da UFPA, graduada em História, com mestrado e doutorado em História Social do Trabalho.
Eu na greve dos estudantes da UFPA em 1981, pela
suplementação de verbas à universidade
Sou militante de esquerda, aqui entendido como um conjunto de pessoas que lutam pela igualdade e justiça social, desde os fins dos anos 70, junto com alunos do curso de História fundei o centro acadêmico de História o CAHIS da UFPA. Fui a primeira presidente eleita do DCE em 1981, no tempo em que fazer movimento estudantil e enfrentar a ditadura era perigoso. Participei da luta pela construção do R.U (Restaurante Universitário), melhores transportes na UFPA, por mais livros na biblioteca, por mais laboratórios, etc.. . Participei das lutas de minha geração, por diretas já, por eleições diretas para reitor, pela meia-passagem, para os estudantes universitários. Os estudantes universitários foram “barrados no baile” na meia-passagem dada só para os secundaristas no 1º governo Jader Barbalho.
Lembro-me da luta pela libertação dos presos do Araguaia, quando padres católicos franceses e posseiros foram presos acusados de agitarem a bandeira da reforma agrária. Sempre dediquei a minha juventude às lutas democráticas, as lutas por liberdades e por igualdades. Nos anos 80 a sociedade estava se organizando. Os movimentos sociais estavam respirando novos ares e como diz o poeta vimos “passar na avenida um samba popular”.
Eu e o prefeito Edmilson no Arraial  junino de 1997.
A geração que organizou a CUT (Central Única dos Trabalhadores), o PT (Partido dos Trabalhadores), a CBB (Comissão dos Bairros de Belém), o SINTEPP (Sindicato dos Trabalhadores  em  Educação  Pública  do  Estado  do  Pará ), a SPDHH (Sociedade Paraense de Direitos Humanos), os movimentos de negros, os movimentos feminista, ajudei na formação de vários sindicatos, coordenei varias greves da construção civil, ou seja, fiz a boa política. Faço parte de uma geração que faz e fez política. Tenho orgulho de cada luta desenvolvida, de cada grito solto em nome da liberdade.
Lula e eu na campanha de presidente em 1989
            Nesses anos construí o PT, um partido que fez a diferença.
            Orgulho-me das lutas que travei, por que sei que fortaleci a democracia e ajudei a organizar muitos movimentos sociais.
            Como profissional sempre fui comprometida com o ensino público e gratuito e com a UFPA em particular. Como professora ajudei na formação de vários professores e quando tive a oportunidade, sempre procurei fortalecer as instituições públicas, captando verbas para o antigo CFCH / UFPA, para sua  biblioteca  que foi construída com verbas parlamentar, o prédio do Arquivo da UFPA, também foi verba da emenda parlamentar, o prédio hoje Laboratório de História, construído com verba dos professores da Faculdade de História, que durante 10 anos, desde 1998, dando aulas nos cursos de História foi construído com verbas do FUNDEB, ou seja, captei recursos, contratei diversos convênios, implantei cursos, defendi e defendo a interiorização da UFPA. Interiorizei os cursos da EGPA, quando fui diretora-geral da escola de governo, inclusive uma na capital sobre patrimônio histórico e cultural. Instalamos mais de vinte cursos de especializações para os servidores do Estado.
Carnaval de 1997, como presidente da Fumbel
no Governo Edmílson
O que quero afirmar é que minha vida é a prova do meu compromisso, de minha dedicação à educação e de minha honestidade. Dirijo-me a você e peço o seu voto de confiança.
 Tenho na minha vida profissional, me dedicado ao debate da história da Amazônia e do Pará, ao debate do patrimônio histórico e a necessidade de preservação. Aliás, a restauração do Palacete Pinho e do Palacete Bolonha foi iniciada na minha gestão como presidente da FUMBEL em 1997, no governo do prefeito Edmilson.
Meu número é 65.113, sou candidata pelo PCdoB, partido que me filiei ao sair do PT, em 2011. Peço seu voto e a sua participação na minha campanha. O meu candidato a prefeito é EDMILSON RODRIGUES que tem Jorge Panzera como vice- prefeito.
     
                                               Um abraço.  

                                                          Professora  Dra Edilza Fontes.
           
 COM A FORÇA DA HISTÓRIA !!!

Concursos das Quadrilhas Juninas em 1997
  
Corrida de Cadeirantes promovido pela FUMBEL em 1997
Edmilson e eu na sede do Rancho em 1998
Eu e o saudoso Nazareno Silva no carnaval de 1998

Carnaval de 1997 na Doca 

Apresentação de Pássaros Juninos em junho de 1997
Edmílson e eu  no concurso de quadrilha em 1997
Eu e Neguinho da Beija Flor - Carnaval 1998
  

0 comentários:

Postar um comentário

Blogger Template Mais Template - Author: Papo De Garota